Seja Bem Vindo a Bordo!

Damien- Icebergs e Mares austrais

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Esgotado

R$37,00

Descrição Rápida

Autor: Gérard Janichon
Tradução: Carmen Ballot
N° de páginas: 222
Fotografias em cores, mapas e desenhos em preto e branco.
Damien- Icebergs e Mares austrais

Detalhes

Neste segundo volume da trilogia Damien, ficamos sabendo que a dívida contraída com as calmarias da passagem pelo Horn, será paga três semanas mais tarde, durante uma tempestade cataclísmica. Nem esta dura lição quebra o ânimo dos dois rapazes que decidem ir além dos limites conhecidos e descer abaixo dos paralelos 60, um dos locais mais solitários do mundo. Com modéstia e honestidade, o autor nos faz viver a terrível aventura de um veleiro que emborca com a quilha para o ar e nos faz visitar as fantásticas ilhas sub-antárticas, como a Geórgia do Sul, Kerguelen, Macquarie ou Heard... É um livro poético, que mostra a inquietude dos jovens aventureiros, já mais maduros, que começam a encontrar a sua verdadeira personalidade enquanto nos proporcionam uma verdadeira aula de sobrevivência e de navegação em mau tempo. Autor: Gérard Janichon Tradução: Carmen Ballot N° de páginas: 222 Fotografias em cores, mapas e desenhos em preto e branco. Neste segundo volume da trilogia Damien, ficamos sabendo que a dívida contraída com as calmarias da passagem pelo Horn, será paga três semanas mais tarde, durante uma tempestade cataclísmica. Nem esta dura lição quebra o ânimo dos dois rapazes que decidem ir além dos limites conhecidos e descer abaixo dos paralelos 60, um dos locais mais solitários do mundo. Com modéstia e honestidade, o autor nos faz viver a terrível aventura de um veleiro que emborca com a quilha para o ar e nos faz visitar as fantásticas ilhas sub-antárticas, como a Geórgia do Sul, Kerguelen, Macquarie ou Heard... É um livro poético, que mostra a inquietude dos jovens aventureiros, já mais maduros, que começam a encontrar a sua verdadeira personalidade enquanto nos proporcionam uma verdadeira aula de sobrevivência e de navegação em mau tempo. Autor: Gérard Janichon Tradução: Carmen Ballot N° de páginas: 222 Fotografias em cores, mapas e desenhos em preto e branco. Do Rio a Polinésia “Cabinho”, o primeiro projetista naval de veleiros no Brasil e foi também o primeiro velejador que, saindo do Rio de Janeiro, chegou até às ilhas da Polinésia num barquinho de 7,50 metros de comprimento em companhia apenas de sua mulher, Eileen. Antes, já realizara a proeza de ir do Rio a Cabo Frio em um Snipe, viagem que até hoje lhe valeu o apelido de Roberto “Cabo Frio”, mais tarde transformado carinhosamente em Cabinho pelos amigos. Neste livro, ele relata suas peripécias para conseguir cortar os laços com o sistema, comprar um pequeno veleiro e realizar uma viagem perfeita. Tudo isto é descrito aqui numa narrativa singela e sem afetação, sem preocupações retóricas ou estilísticas, porém sem jamais esconder a verdade ou encobrir seus sentimentos. Por que não confessar que sentiu muito enjôo? Por que não falar dos momentos de medo? Autor: Roberto Mesquita Barros N° de páginas: 194 Neste segundo volume da trilogia Damien, ficamos sabendo que a dívida contraída com as calmarias da passagem pelo Horn, será paga três semanas mais tarde, durante uma tempestade cataclísmica. Nem esta dura lição quebra o ânimo dos dois rapazes que decidem ir além dos limites conhecidos e descer abaixo dos paralelos 60, um dos locais mais solitários do mundo. Com modéstia e honestidade, o autor nos faz viver a terrível aventura de um veleiro que emborca com a quilha para o ar e nos faz visitar as fantásticas ilhas sub-antárticas, como a Geórgia do Sul, Kerguelen, Macquarie ou Heard... É um livro poético, que mostra a inquietude dos jovens aventureiros, já mais maduros, que começam a encontrar a sua verdadeira personalidade enquanto nos proporcionam uma verdadeira aula de sobrevivência e de navegação em mau tempo. Autor: Gérard Janichon Tradução: Carmen Ballot N° de páginas: 222 Fotografias em cores, mapas e desenhos em preto e branco. Do Rio a Polinésia “Cabinho”, o primeiro projetista naval de veleiros no Brasil e foi também o primeiro velejador que, saindo do Rio de Janeiro, chegou até às ilhas da Polinésia num barquinho de 7,50 metros de comprimento em companhia apenas de sua mulher, Eileen. Antes, já realizara a proeza de ir do Rio a Cabo Frio em um Snipe, viagem que até hoje lhe valeu o apelido de Roberto “Cabo Frio”, mais tarde transformado carinhosamente em Cabinho pelos amigos. Neste livro, ele relata suas peripécias para conseguir cortar os laços com o sistema, comprar um pequeno veleiro e realizar uma viagem perfeita. Tudo isto é descrito aqui numa narrativa singela e sem afetação, sem preocupações retóricas ou estilísticas, porém sem jamais esconder a verdade ou encobrir seus sentimentos. Por que não confessar que sentiu muito enjôo? Por que não falar dos momentos de medo? Autor: Roberto Mesquita Barros N° de páginas: 194 Neste segundo volume da trilogia Damien, ficamos sabendo que a dívida contraída com as calmarias da passagem pelo Horn, será paga três semanas mais tarde, durante uma tempestade cataclísmica. Nem esta dura lição quebra o ânimo dos dois rapazes que decidem ir além dos limites conhecidos e descer abaixo dos paralelos 60, um dos locais mais solitários do mundo. Com modéstia e honestidade, o autor nos faz viver a terrível aventura de um veleiro que emborca com a quilha para o ar e nos faz visitar as fantásticas ilhas sub-antárticas, como a Geórgia do Sul, Kerguelen, Macquarie ou Heard... É um livro poético, que mostra a inquietude dos jovens aventureiros, já mais maduros, que começam a encontrar a sua verdadeira personalidade enquanto nos proporcionam uma verdadeira aula de sobrevivência e de navegação em mau tempo. Autor: Gérard Janichon Tradução: Carmen Ballot N° de páginas: 222 Fotografias em cores, mapas e desenhos em preto e branco. Do Rio a Polinésia “Cabinho”, o primeiro projetista naval de veleiros no Brasil e foi também o primeiro velejador que, saindo do Rio de Janeiro, chegou até às ilhas da Polinésia num barquinho de 7,50 metros de comprimento em companhia apenas de sua mulher, Eileen. Antes, já realizara a proeza de ir do Rio a Cabo Frio em um Snipe, viagem que até hoje lhe valeu o apelido de Roberto “Cabo Frio”, mais tarde transformado carinhosamente em Cabinho pelos amigos. Neste livro, ele relata suas peripécias para conseguir cortar os laços com o sistema, comprar um pequeno veleiro e realizar uma viagem perfeita. Tudo isto é descrito aqui numa narrativa singela e sem afetação, sem preocupações retóricas ou estilísticas, porém sem jamais esconder a verdade ou encobrir seus sentimentos. Por que não confessar que sentiu muito enjôo? Por que não falar dos momentos de medo? Autor: Roberto Mesquita Barros N° de páginas: 194 Neste segundo volume da trilogia Damien, ficamos sabendo que a dívida contraída com as calmarias da passagem pelo Horn, será paga três semanas mais tarde, durante uma tempestade cataclísmica. Nem esta dura lição quebra o ânimo dos dois rapazes que decidem ir além dos limites conhecidos e descer abaixo dos paralelos 60, um dos locais mais solitários do mundo. Com modéstia e honestidade, o autor nos faz viver a terrível aventura de um veleiro que emborca com a quilha para o ar e nos faz visitar as fantásticas ilhas sub-antárticas, como a Geórgia do Sul, Kerguelen, Macquarie ou Heard... É um livro poético, que mostra a inquietude dos jovens aventureiros, já mais maduros, que começam a encontrar a sua verdadeira personalidade enquanto nos proporcionam uma verdadeira aula de sobrevivência e de navegação em mau tempo.

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.

Copyright@2015 Aventura Editorail Ltda | vendas@moanalivros.com.br